RESULTADOS

1ª Meia Maratona A Tribuna

Data: 07/11/2004

Percurso: 21 km

Local: Praia Grande - SP

Telefone: (13) 3212-4543

Masculino
Feminino

VEJA COM FOI

O mineiro Franck Caldeira e a paraibana Ednalva Laureno, a Pretinha, confirmaram o favoritismo na 1ª Meia-Maratona A Tribuna-Praia Grande, disputada neste domingo (dia 7), com a participação de 2 mil corredores. Considerado o melhor do País na distância e atual campeão da Maratona de São Paulo, o competidor de 21 anos completou os 21.097 metros em 1 hora 2 minutos e 29 segundos, o melhor tempo feito no Brasil este ano em disputas oficiais. Entre as mulheres, Pretinha, grande nome das provas de ruas de 10 km, liderou do início ao fim, fechando o percurso em 1h14min11seg.

A nova competição, que já está entre as quatro maiores do Brasil, foi aprovada por todos, em função de suas particularidades. Foi realizada num circuito totalmente plano, ao nível do mar, em asfalto perfeito, com duas longas retas de 10 km cada uma. Até mesmo o tempo ajudou. O sol forte durante toda a semana deu espaço para um clima nublado, favorecendo os atletas.

Na disputa masculina, Franck, que atualmente mora em Petrópolis (RJ), ratificou a grande fase que atravessa. Atual vencedor da Volta da Pampulha e campeão brasileiro de meia-maratona, ele disparou isolado a partir do km 11, fazendo os últimos 10 km sozinho na frente.

Antes, do km 9 ao 11, o então maior rival, o piauiense radicado em Brasília, Valdenor Pereira do Santos, tentou fazer frente. Mas não aguentou o ritmo do campeão, que abriu vantagem de 1 km sobre os adversários e chegou exato 1 minuto à frente do também mineiro Leonardo Vieira Guedes.

“Senti que o ritmo estava fraco e decidi ir sozinho porque sabia que poderia fazer uma boa marca. Corri forte até o km 17 e acho que dava para fazer para 1 hora e 1 minuto. Achei que pelo menos o Valdenor viesse”, disse Franck, da equipe Pé de Vento e patrocinado pela Mizuno.

Segundo ele, a prova tem tudo para crescer e se tornar internacional. “Essa corrida tem tudo para entrar no ranking mundial. Se colocar os três quenianos que disputaram a Meia do Rio, eles correm para 59 minutos. O percurso aqui é maravilhoso. A organização se empenhou muito, foi nota 10. Não faltou nada”, ressaltou o campeão, que garantiu a sua melhor marca na carreira.

Agora ele se prepara para dois outros grandes objetivos, o bicampeonato na Volta da Pampulha e o pódio na São Silvestre. “Espero que minha grande fase culmine com outros dois grandes resultado, a nova vitória na Pampulha e o pódio na São Silvestre. Ano passado eu estava bem, tinha condições de ser o 3º colocado, e terminei em 6º lugar. Dessa vez não quero prometer nada, mas a meta é o pódio. Daí em diante”, comentou.

O vice-campeão comemorou muito o resultado. “Sonhei com isso ontem. Que eu era o 2º colocado, mas o vencedor não era o Franck, era o Antonio Ferreira da Silva (10º colocado neste domingo)”, brincou Leonardo, que chegou a andar na frente até o km 8. “Mas quando o Franck decidiu sair, eu fui ficando para trás e cai para o 6º lugar, Depois reagi no km 14, voltei para o 2º lugar e mantive, numa disputa forte”, contou.

Para Valdenor, um dos mais experientes do País e que chegou em 9º lugar, depois de ter corrido na frente nos primeiros 11 km, Franck Caldeira está numa grande fase. “Para mim foi um resultado excelente. Não me senti bem, mas ajudei um pouco. O Franck está num momento excelente e merece todo o respeito”, afirmou.

Outro mineiro também radicado em Petrópolis, Willian Salgado foi o 3º colocado, com 1h03min31seg, seguido do piauiense radicado em São Paulo, José Teles de Souza, com 1h03min33seg e do sul-matogrossense radicado em Maringá, Elenilson da Silva, com 1h03min47seg.

PRETINHA - Na categoria feminina, Pretinha esteve sempre na ponta. “Foi uma reta imensa. Pensei que não ia acabar nunca”, brincou Pretinha em relação à primeira parte do trajeto, com 10 km. “Foi uma prova sensacional e bem diferente, porque não tinha aquelas curvas todas, sobe e desce. Estou acostumada a altos e baixos, muita curva”, afirmou a corredora, que hoje é a mais veloz do Brasil em provas de 10 km. Só este ano já venceu 14 disputas nesta distância. E em Praia Grande, garantiu sua 3ª vitória em meia-maratona na temporada.

“Estou me preparando para chegar à maratona, para disputar a olimpíada de Pequim, mas dos 10 km não posso abrir mão e pretendo continuar. Agora, com esse resultado, fiquei mais animada para as provas mais longas”, revelou a corredora, que conseguiu a sua melhor marca pessoal nos 21.097 metros.

A vice-campeã, a também paraibana Maria do Carmo Arruda Guimarães, ficou satisfeita com o resultado. Especialista em maratonas, sendo a campeã da disputa de São Paulo em 2003 e 4ª colocada este ano, ela está iniciando os treinos para provas mais curtas, visando a São Silvestre. “Fiz o meu ritmo. Fiquei uns 200 metros atrás da Pretinha. Estou começando os treinos para provas de 15 e 10 km agora”, explicou a atleta, que chegou a 49 segundos da campeã, com 1h15min00seg.

Já para a 3ª colocada, o resultado teve sabor de vitória. A carioca Denise Paiva Lucas garantiu o seu melhor resultado na carreira, baixando em mais de três minutos a sua marca pessoal, fazendo 1h16min46seg. “Fui uma zebra. Vim aqui sonhando em ficar entre as 12. É o meu melhor resultado”, festejou.

A corrida teve R$ 20 mil de premiação para os 12 melhores, tanto do masculino quanto do feminino. Os campeões ganharam R$ 2,5 mil. Nas categorias de idade, os três primeiros receberam troféus.

RESULTADOS

CATEGORIA MASCULINA

1) Franck Caldeira - 1:02:29
2) Leonardo Vieira Guedes 1:03:29
3) Willian Salgado Gomes - 1:03:31
4) José Teles de Souza - 1:03:33
5) Elenilson da Silva - 1:03:47

CATEGORIA FEMININA

1) Ednalva Laureano - 1:14:11
2) Maria do Carmo Arruda Guimaraes - 1:25:00
3) Denise Paiva Lucas - 1:16:46
4) Viviane Anderson - 1:17:38
5) Elizabeth Esteves de Souza - 1:17:44